7.9.11

OBRIGADO MEU CRIADOR

A orquídea permanece formosa no vaso.
As rosas explodindo abundantes,
Esparramam aroma benfazejo no ar.
A musica. Escolhi meticulosamente a melhor.
A estátua aguarda o trabalho de amanhã.
Orei, meditei!
Paz retomada volita na casa,
Paz reforçada invade minha alma.
O por do Sol aguarda-me para mostrar-se desnudo logo mais.
O trevo está com quatro folhas,
A escrever voltei,
A arte apaixonada me espera
Para ter relações comigo o resto da tarde.
Espero. Abraçá-la madrugada adentro.
Por tudo, dou graças ao Criador.
Obrigado,
Obrigado,
Obrigado,
Obrigado,
Obrigado

R. Prata