23.1.16


Sou feito de sonhos não vividos
De decisões interrompidas
De amores não realizados
De choros que não despencaram
De lugares que não conheci
De presença que não estive
De fugas que não fugi
De palavras que falei
Quando devia ter calado
De palavras que não falei
Quando devia ter falado
Da coragem que nunca tive
Da presença não esperada
Sou só Ser humano
R. Prata

Apesar dos médicos e advogados terem invadido a TV e o Rádio, não consigo mesmo assisti-los ou ouvi-los porque os crimes prescrevem, ricos não são presos, e quanto a medicina tudo o que falam que existe eu nunca vi e nem consigo ver um especialista.
O Dólar  é o deus do mundo
O dinheiro é o deus do homem

R. Prata

O PENSADOR

Certa ocasião chegou-me um comprador de arte e disse-me:
-Quero encomendar uma escultura do pensador de Rodin. Pelo que vejo em seu ateliê noto que vc é capaz de fazê-la, pois já mandei fazer 4 estátuas com escultores diferentes e nenhum acertou. Quero que saia perfeita, uma cópia exata! Enfatizou ele.
Putz!... Pensei eu, já não gosto de fazer cópias de outros artistas e ele quer exatidão sendo essa obra tão conhecida. 
Mas, sabe como é; artista plástico está sempre precisando de dinheiro, mesmo não querendo aceitei o desafio.
Estudei, Estudei, peguei várias fotos na internet . Para dificultar não tinha foto de todos os ângulos numa posição desejável. Além do mais, a posição do Pensador não é de um jeito que naturalmente uma pessoa normalmente senta e no meio das pernas tem um pinto impossível de esculpir porque as goivas não tinham espaço na minha escultura menor do que a original. Então cortei o tronco no meio para esculpir o pinto e detalhes das peras e colei novamente para acabar a obra.
Enfim, durante 40 dias trabalhei nela alojado num quiosque da Praça Padre Tavares em Avaré - SP, onde expus meus trabalhos por uns tempos.
Sei que por preguiça e cansaço não entalhei perfeitamente a pedra onde senta o Pensador. Mas senti um êxtase no final da obra com se estivessem ao meu redor o próprio Rodin com sua esposa, além de outros elementos espirituais.
Hoje, sinto saudades daquele êstase maravilhoso, da presença amiga de espíritos me congratulando no final do trabalho e, só reconheço que esta escultura é a minha por causa dos quadros no fundo do quiosque e um detalhe da porta de vidro.
NOTA: A Última foto é da escultura verdadeira do 


Rubens Prata

Rodim.https://www.facebook.com/AteliedeArtesRubensPrata/photos/pcb.555039001317159/555032121317847/?type=3



22.1.16

TEMPORALIDADE

Frases curtas, sem contexto 
Não me interessam
Gozação, piada de mal gosto, 
Palhaçada então... Nem se fale!
Relações hoje... Só superficiais!
Honra, compromisso, ética
São atitudes demodês!
Amor, Fidelidade, Brio.
Nem mais fazem parte da vida!
Vidas artificiais,
Comidas químicas,
Sabores de essências,
Pessoas deletáveis,
Aparelhos descartáveis,
Existência virtual.
Obsolescência ativa!
Fotografias filtradas,
Sorrisos falsos,
Fatos inventados,
Notícias manipuladas,
Mentiras espalhadas!
Juízes parciais,
Policiais partidários,
Bandidos protegidos,
Inocentes investigados,
Congressistas traidores.
Enfim, é só faz de conta.
Rubens Prata

Carinhos da Mãe Terra

Hoje acariciado 
Pelo vento massageando meu corpo,
Revitalizando-me carinhosamente cada órgão.
Hoje abraçado
Pela luz do Sol,
Cujo calor esquentava-me até a profundeza da alma..
Hoje tomado no colo
Pela terra fazendo-me reflexologia podal
Enchi-me de vida.
Fui pertencido
Pela mãe Terra
Guardando-me protegido em seu seio.
Abri os braços agradecendo,
Dancei, dancei,
Junto ao balanço das árvores que comigo dançavam..


Rubens Prata