19.5.12

FELICIDADE




Ser feliz não é ter na garagem um Ferrari Amarelo,
Muito menos morar num castelo,
É impossível ser feliz todo dia,
Passar 24 horas de alegria.

Felicidade resulta de atitude
Que o Fulano ministra gota a gota amiúde,
É como guardar cinco centavos a cada dia
E com o passar dos anos enriquecer de sabedoria.

Felicidade é a consciência de que o cotidiano
É tudo o que precisamos todo o ano,
É temperar a salada com todo carinho,
Com óleo de oliva, alho e vinagre de vinho.

Felicidade é abraço, beijo, colinho,
É dizer – te amo – bem baixinho,
É embriagar-se do por do Sol no fim da rua
E à noite, inebriar-se com a Lua.

Felicidade é desligar a televisão
Bem na hora da aberração,
É notar florzinhas num simples trevo,
O trevo tem folhinhas em forma de coração.

Felicidade é perceber que no mundo,
Há todo tipo de gente boa,
As pessoas a nossa volta
Não estão conosco à toa.

Ser feliz não é ter, é ser!
São as gotinhas de bons momentos,
Cujo tempo faz encher um mar de sentimentos.

Rubens Prata