29.9.11

O medo é importante para preservar a vida, mas seu exagero torna as pessoas perigosas e piores ainda quando o medo for de mudanças.

UBIRAJARA E O OVINI

Como sabemos, Ubirajara era apicultor e uma das suas tarefas era retirar enxames na mata e transferi-los para suas colmeias Langstrot especialmente preparadas para uma apicultura produtiva com muita técnica. Tarefa esta, que fazia sempre acompanhado de sua esposa, a mais perfeita profissional.
É da praxe dos experientes apicultores retirarem os enxames de dia, quando se pode localizar bem a rainha e transportá-los para o colmeal definitivo à noite, pois abelha não voa no escuro.
Madrugada adentro, se poram a caminho do colmeal para descarregar
os enxames devidamente instalados nas novas caixas.
Os caminhos eram sempre íngremes, em estradinhas de terra que muitas vezes a erosão das chuvas fazia enormes buracos na lateral da pista. Portanto, era preciso muita cautela ao dirigir.
Acontecia uma das mais maravilhosas noites já vistas no planeta. O céu estava limpo, não tinha Lua, o que realçava a extrema beleza do cosmo, assim como, a profusão infinita de estrelas. Só quem mora em sítio, longe de qualquer poluição e luz artificial já pôde ver uma noite destas.
Cuidadosos com as surpresas da grande descida da estrada iam os dois cantarolando e prestando atenção aos buracos e pedras do caminho quando um acontecimento incendiou até a última entranha da alma do Ubirajara e congelou o corpo de sua amada até o mínimo fio de cabelo. Tratava-se de uma fortíssima luz que descia vagarosamente de entre as estrelas para a Terra. Sua luz realçava muito no centro e se estendia afinando gradativamente para as laterais. Era mesmo uma visão de outro mundo.
-- Olha lá um disco voador Zélia! Gritara emocionado Ubirajara em meio a mesclas de entusiasmo e sensações inenarráveis.
-- Meu Deus! Exclamava sua fiel companheira.
Acelerava a perua mais e mais a fim de não perder em hipótese alguma a oportunidade de ver pessoalmente a inusitada aterrissagem de uma nave espacial.
Justo ele um curioso, esmiuçador nato, pesquisador das coisas da vida e da natureza. Ele que conhecera e desvendara o mistério dos fantasmas de Andrade Silva, que conhecia animais desconhecidos, como a cuíca que viu e pesquisou até descobrir que era um marsupial brasileiro. Ele que fez regressão até outras vidas, que despencara com caixa de abelha de uma cachoeira, que correra de touro bravo, que pôde visualizar até a flor negra. Ele que desvendou o mistério da Mãe da Luz sozinho. Não iria fugir a oportunidade de experimentar o maior evento da raça humana – os contatos imediatos de terceiro grau. Ah! Isso não ia não!
Dizia explodindo de ânimo que precisavam correr para não perder os etezinhos apeando da nave.
Sua esposa apavorava apelava em nome dos filhos:
--Como ficariam se nós sumíssemos. E se eles nos abduzirem, enfiarem coisas na gente, nos maltratarem ou matassem...
Falava sempre tentando fazer a perua parar enquanto Bira acelerava mais e mais. O terror de Zélia aumentava até despencar a rezar continuadamente, apelando ao Criador que o dissuadisse de tal empreitada, que os protegessem e guardassem seus filhos.
Naquele tempo não se falava em implante de dente e Bira respondia.
--Olha querida, a gente está com os dentes estragados, quem sabe eles não tem uma técnica de fazê-los vivos e fortes novamente – um implante por exemplo. Além do mais, você é diabética, com certeza devem ter medicina superior que faça restabelecer seu pâncreas ao normal ou tenham lá, um órgão biônico para qualquer problema. Imagine sua alimentação, deve ser tão bem elaborada que um só suquinho deve nos satisfazer mais do que qualquer alimento além de repor todas as nossas energias novamente.
--Eu falo em nome de Deus. Por favor, não vá! Ouça o que estou te dizendo!  Gritava ela espantada.
Enquanto Zélia reclamava, a perspectiva da aproximação dos Ets, inflamava cada vez mais a alma de Bira que comentava:
--Vou pedir a eles alguma coisa feita de um material que não existe na Terra para provar a todo mundo que tive realmente este contato. Espero que nos ensinem um pouco sobre viagens inter-estelares, pois sabemos que é praticamente impossível alguém viajar pelo espaço de um sistema estelar a outro. Deve haver alguma passagem, por dimensões que nós, pobres terráqueos desconhecemos, haveria espaços intermediários que nos permitissem viajar pelo cosmo? Aparelhos anti-gravitacionais que utilizam? São tantas as coisas que poderemos conhecer com este contato que nem importa que morramos depois, ou se implantarem algum aparelhinho em nosso corpo para nos comunicarmos com eles. De qualquer jeito, tudo vai valer a pena!
Quanto mais se aproximavam, mais sua querida murchava no banco, encolhia-se sem querer ver mais nada com as mão sobre a cabeça e olhos cerrados. Até que um grande grito de decepção quebrou o silêncio.
--Caramba!...
 Que pena!...
 Meu bem não é um disco voador , é só um Fiat com a frente amassada vindo pela estrada com os faróis virados um de frente para o outro, de forma a criar aquela forte luz no centro, se expandindo para os lados.
 Olhe lá a subida atrás dele. Ele vinha descendo daquele morro em meio a uma planície cuja escuridão não nos deixava perceber a elevação aqui na frente. Por isso é que vimos essa luz parecendo estar descendo do céu.
Enfim, para alívio da Zélia, a aventura dessa noite terminara.

R. Prata

OBS..: Essa história é verídica, só os nomes foram trocados.
          As fotos são bastante semelhantes ao que viram.

AS PESSOAS MAIS IMPORTANTES DO PLANETA

 Detesto ralé,
Baixaria, ignorância,
Prepotência.
Portanto, só tenho amigos de suma importância.
Gente de fino trato mesmo,
Indispensáveis à existência humana!
Nunca comem caviar nem tomam whisky,
Não se escondem debaixo do manto religioso,
Nem ostentam canudos nas paredes.
São eles que trazem luz aos lares,
Que providenciam um teto para nossa moradia,
Que propiciam o alimento para nossas mesas,
Que disponibilizam móveis paras nosso conforto,
Que ministram o necessário lenitivo para nossas dores,
E, muitas vezes até nos curam.
São eles os mestres que ensinam nossos filhos,
Que trazem um pão a todos e a cada dia.
E por incrível que pareça tem alguns, cuja especialidade é:
Trazer-nos alegria,
Encantar a alma,
Deixar mais bonita a vida.

São eles: pedreiros, eletricistas, barbeiros, marceneiros, enfermeiros, padeiros e todo essa leva de trabalhadores que tornam o mundo habitável e melhor.

R. Prata

Quantos hipócritas se escondem debaixo do manto da religião e  por traz dos títulos acadêmicos para esconder sua extrema vilania?
Por mais que me sinta um cidadão do mundo,
Por mais que me distancie do regionalismo,
Por mais que eu seja eclético,
Por mais que eu adentre as entranhas do mundo,
Navegando na Internet,
Por mais mistérios que eu tenha desvendado,
Por mais livros que tenha lido,
Por mais que estude continuadamente,
Por mais que medite
A arte sempre será infinita.
E eu, apesar de tanto empenho,
Tenho sido só uma repetição de mim mesmo.
É preciso nascer de novo para encontrar o reino dos céus.

. Não são os problemas do dia a dia que mais me incomodam, mas sim minha incapacidade de transformar-me com o tempo.
R. Prata
Fico triste e preocupado de fato quando não tenho ideias.
R. Prata
A liberdade é a base da criação do conhecimento
Até é possível compreender alguém ter medo do escuro. Mas é inadmissível aceitar as pessoas que tem medo da luz.
"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto."
Rui Barbosa

7.9.11

"Todos nós nascemos originais e morremos cópias"
Carl  Jung

AMIZADE


Amizade, de fato, é amor verdadeiro.
Amigo é o cara o qual você pode falar de todos os seus defeitos sem que ele ralhe contigo.
Amigo te mostra o quanto é generoso te atacando, fala mal de você e assim mesmo, a gente adora a companhia dele.
Amigo é um cara que faz sem perguntar por que.
O interessante é que a única coisa melhor do que ter novos amigos é conservar os velhos amigos.
A gente pode até despachar pessoas que nos foram caras na vida. Mas amigos...
Esses são imprescindíveis. Por isso mesmo, preservo-os com carinho. Tenho até certeza que morreria sem eles.
Quando a idade vai avançando, a gente dispensa muita coisa na vida, menos amizades cujo tempo só solidifica.
Pois é, tenho, cultivo, gosto e preciso de amigos. Há aqueles que estão no mundo espiritual, os que passaram por nossa vida e o tempo não deixa esquecê-los, outros passaram por mim e os espero de volta, uns estão perto, outros longe. Tenho amigos que até nunca vi, pois são virtuais, outros distantes, espero vê-los esporadicamente.
Alguns nem concebem o valor da minha amizade, não percebem  a disposição incessante que tenho em ajudá-los mesmo que não saibam, mesmo não acreditando que lhes tenho amizade.

Enfim, queria ter palavras bonitas para os amigos e penso não haver palavra mais linda como a AMIZADE.

R. Prata
"Ser normal é a meta dos fracassados." 
Carl Jung

A gente estuda muito durante 50 anos, lê milhares de livros durante esses anos todos para descobrir finalmente que nada sabemos.

SÓ SEI QUE NADA SEI

As pessoas dizem de fulano, de ciclano,
Que é isso ou é aquilo,
Que fez ou não fez,
É desse jeito, de outro jeito,
Não tem jeito.

A tudo rejeito,
Porque de tudo só tenho uma certeza:
Só sei que nada sei.

R. Prata
O que nos leva a uma vida mansa é a velhice que nos rouba a vitalidade para uma vida ativa.

OBRIGADO MEU CRIADOR

A orquídea permanece formosa no vaso.
As rosas explodindo abundantes,
Esparramam aroma benfazejo no ar.
A musica. Escolhi meticulosamente a melhor.
A estátua aguarda o trabalho de amanhã.
Orei, meditei!
Paz retomada volita na casa,
Paz reforçada invade minha alma.
O por do Sol aguarda-me para mostrar-se desnudo logo mais.
O trevo está com quatro folhas,
A escrever voltei,
A arte apaixonada me espera
Para ter relações comigo o resto da tarde.
Espero. Abraçá-la madrugada adentro.
Por tudo, dou graças ao Criador.
Obrigado,
Obrigado,
Obrigado,
Obrigado,
Obrigado

R. Prata
Ser criança é ser um fedelho obrigado a  comer o que não gosta, a não comer o que gosta, a dormir quando está repleto de energia e a levantar quando está morrendo de sono.

HÁ UM ANO

Há um ano,
Não crio novas esculturas
Há um ano,
Não escrevo bela poesia
Há um ano perdi minha veia artística
Há um ano,
Não encontro minha alma
Há um ano,
Perdi minha vida.

Deus meu. Peço-TE,
Devolva minha arte.

R. Prata
Celebridade é aquele que não tem nada a dizer, não sabe como dizer, nem porque dizer.

TSUNAMI


Reminiscência da terra maltratada
Por tanta madeira cortada
Ressaca de um mar sufocado
Resquícios de um clima pesado
Rebelião da Terra ferida
Reflexos de um grito amotinado
Revolta de Gaia traída

R. Prata