21.5.11

A madrugada irrompe e eu aqui, como sempre, desperto.
As estrelas acenam-me piscando.
A Lua tarda minguando e eu aqui. Quem diria? Com o Frank Sinatra.
Tudo é silêncio na rua e eu só. Mas...
Bem acompanhado, pois a beleza se esconde na noite.
Ao dia pertence o suor, o trabalho exaustivo, a concorrência, a disputa.
Na noite habita o sonho, a frase do poeta, a paz, a diferença e o dia de amanhã.

R. Prata