26.7.10

SINFONIA

O Sol acorda animado na cabeceira da avenida,
O Ipê amarelo da calçada dá o tom
O Carmim da primavera do vizinho
Mostra-se, pela primeira vez, afinado com a orquestra.
O Branco das paredes,
Reflete a vida se espalhando pelo ar.
No rádio,
Vinícius está mais vivo do que nunca.
Ainda tenho meus livros, meus disco, meus amigos;
Filhos, muitos netos e nada mais.
Só não brotaram,
A multidão de rosas no jardim.
Mas, certamente, a vida não é mais um nada.
À noite, já posso passear na Lua cheia.
E, mais tarde, encantar-me, com o Sol se deitando no pé da rua.
Posso até, repartir esse tiquinho de prosa.

PERDIDO

Ultimamente...
Passei tempo demais correndo atrás do dinheiro.
Aprisionei-me, cada vez mais, à matéria.
Fiz-me mudo por inteiro,
As lindas palavras secaram.
Agora...
Triste, deprimido,
Peço desesperado ao Criador
Que minha alma sonhe,
Peço o milagroso comprimido
Que cure a secura do meu coração
E me torne um ébrio de emoção
Para levar aos amigos
De todas as paragens
Com amor, beleza, harmonia,
As mais lindas mensagens.

Obrigado meu Deus

24.7.10

Já escrevi um dia, que chegando a idade, a gente tem consciência de não ter todo tempo do mundo. Então, priorizamos só o mais importante. Daí Coloca-se as bandeiras de lado, cultiva-se mais os amigos, não se perde tempo com discussões infrutíferas, e assim por diante.

Por isso fujo das falações, escolho o melhor, o bom, o belo; cultivo amigos, muita música e arte.

É no meu pczinho deficiente de banda estreitinha que tenho encontrado muita coisa boa. São inúmeros e-mails e recados no orkut com slides e mensagens maravilhosas, motivos para rir sem parar, muita flor iluminada na tela, artes das melhores em imensa variedade, mensagens sadias e cristãs, recados inteligentes – escritos de próprio punho. São amigos virtuais. Anônimos artistas plásticos, poetas, escritores, músicos, artesões e funcionários desvelando suas almas criativas numa imensa confraternização que só torna o mundo um pouco melhor.

É a todos esses amigos que me parabenizaram por meu aniversário que agradeço do fundo do meu coração.